Insira pelo menos 2 caracteres para iniciar a busca.
  • Histórico

Resultados financeiros

O Grupo mantém o número apesar de pandemia, e começa 2021 com impulso.

A Endress+Hauser resistiu bem ao ano de pandemia 2020. Apesar da queda nas vendas, a empresa, especializada em tecnologia de medição e automação, manteve a rentabilidade num patamar elevado e fortaleceu o seu poder financeiro. O Grupo criou novos empregos e expandiu a sua rede global de vendas e produção. O CEO Matthias Altendorf vê a Endress+Hauser bem posicionada, tanto para tempos incertos quanto para a recuperação económica.

Efeito cambial expressivo

As vendas do Grupo caíram 2,8%, para 2,577 bilhões de euros em 2020. No entanto, esse número é fortemente influenciado pela evolução cambial. "Nas moedas locais, estamos acima da média da indústria e temos tido um bom desempenho no mercado", disse o CFO Dr. Luc Schultheiss. A rentabilidade da Endress+Hauser não sofreu. O retorno sobre as vendas (ROS) permaneceu inalterado em 13,1%. O lucro líquido caiu 4,1%, para 254,9 milhões de euros. O índice de ações aumentou 1,4 ponto, para 77,0%.

Emprego em um nível estável

O número de funcionários cresceu de 126 para 14.454 em todo o mundo em 2020. Praticamente para todos os estagiários e aprendizes foram oferecidos um cargo após a conclusão de seu período de experiência. A Endress+Hauser pretende aumentar a participação de mulheres em cargos de gestão para cerca de 30% até 2030 – o dobro da proporção atual. A empresa já havia reduzido significativamente seu impacto ambiental nos últimos anos. No ano pandêmico, as emissões de dióxido de carbono caíram ainda mais de 10,1 para 8,9 toneladas por milhão de euros de vendas.

Investimentos e inovação

A Endress+Hauser avançou com grandes projetos de capex, investindo 205,9 milhões de euros (10,9% menos do que no ano anterior) principalmente na produção. A empresa gastou 195,1 milhões de euros em P&D, o que equivale a 7,6% das vendas. Endress+Hauser registrou patentes para 276 invenções pela primeira vez. A força inovadora do Grupo está intacta: 40 novos produtos foram lançados em 2020; no ano corrente, o número deve ser de 74.

Forte coesão

"A família de acionistas está satisfeita e orgulhosa por a Endress+Hauser ter passado por este ano difícil tão bem", disse o presidente do Conselho de Supervisão, Dr. Klaus Endress. A empresa havia anunciado no início da pandemia que evitaria horas curtas de trabalho, se possível, e não demitiria nenhum funcionário devido à crise. Para o Presidente do Conselho de Supervisão, este foi um sinal importante. "Havia muita solidariedade na empresa que nos ajudou na pandemia", enfatizou Klaus Endress.

Bom começo para o ano atual

Em 2021, a Endress+Hauser pretende crescer na faixa percentual de um dígito médio. O Grupo começou o ano atual com impulso. Nos três primeiros meses, as encomendas recebidas estavam acima das metas da própria empresa, bem como acima do ainda forte primeiro trimestre de 2020. As taxas de câmbio estão novamente pesando nas vendas consolidadas. Além disso, a empresa espera menor rentabilidade, já que muitas economias do último ano foram pontuais.

Contato

Downloads