Insira pelo menos 2 caracteres para iniciar a busca.
  • Histórico

Solução de automação econômica - Medidor Coriolis + Controlador de Batelada

De um processo manual a uma automação de ponta gerando melhorias na produção

Um fabricante de refrigerante que não tinha uma automação muito grande fazia o seu controle praticamente manualmente.
Ele colocava corante caramelo (o xarope usado para fazer refrigerantes tipo cola) em um dissolvedor. Para isso ele tinha um tanque com o produto e enchia vários recipientes em cima de uma balança até conseguir chegar nos 160 kg. Depois disso, aí sim, jogava o corante.
O fabricante de refrigerante foi atrás de alguma solução no mercado e a que foi apresentada previamente incluía um CLP para fazer o controle, porém o custo ficou muito alto para uma empresa que tinha pouca automação.

Soft drink company ©Endress+Hauser
Controlador RA33 ©Endress+Hauser

A solução

  • Após alguns estudos o medidor de vazão mássico, por princípio coriolis, modelo Promass 80E em conjunto com o controlador de batelada RA33 ficou atrativo. O medidor fazia a medição diretamente em massa substituindo a balança enquanto o controlador de batelada cadastrava a quantidade total de produto usado.

  • Em um problema de processo detectado pela qualidade foi possível identificar via RA33 que tinha sido dosado menos produto pois o tanque em algum momento ficou vazio. Como o dia e a hora estavam registrados no controlador, foi possível questionar sobre o motivo de não ter sido tomada nenhuma ação quando o RA33 alarmou.

  • O usuário então instalou uma bomba e soldou uma pequena tubulação para o tanque, assim o controlador RA33 se tornou praticamente um CLP pois controla a válvula (abre/fecha) e a bomba (liga/desliga).

O desafio

Automatizar o controle da quantidade dos ingredientes, com um custo acessível.

Os resultados

Maior produtividade e redução de tempo de operação (antes demorava 10 vezes mais para fazer a mesma tarefa).

Redução de riscos de contaminação na manipulação do produto (agora não passa por recipientes intermediários) e redução do risco de perdas de produto (não tem transbordos ou vazamentos).

Cadastramento de dados e rastreabilidade das dosagens (data, hora, quantidade total, quantidade de dosagens, etc...) e segurança (proteção dos dados por senha).