Endress+Hauser cresce significativamente

Vendas do Grupo chegaram a quase 2,5 bilhões de euros

A Endress+Hauser passou por um forte crescimento em todas as regiões, setores e áreas de produtos em 2018 que foi impulsionado pela digitalização contínua da indústria e pelo desenvolvimento positivo nos mercados internacionais. O Grupo aumentou as vendas e os lucros, investiu bastante e criou centenas de empregos em todo o mundo.

“O resultado: 2018 foi de sucesso para a Endress+Hauser em todo o mundo,” explicou o CEO Matthias Altendorf na conferência anual de mídia do Grupo na Basileia. O Grupo aumentou as vendas líquidas em 9,5% para 2.455 bilhões de euros, mesmo enfrentando contratempos causados pelas taxas de câmbio. Em moedas locais, as vendas cresceram 12,7%.

EUA avançam para ser o número um

O negócio foi reforçado por uma economia forte no setor de automação de processos. A contínua alta da demanda dos consumidores particulares, bem como a recuperação dos preços do petróleo e das matérias-primas, contribuíram para o crescimento sólido. Depois de anos de investimentos, projetos de grande porte deram retorno. De acordo com o diretor financeiro Luc Schultheiss, o desempenho da Endress+Hauser "excedeu a média do setor.”

A Endress+Hauser fez um excelente progresso na Europa. Os negócios foram dinâmicos na África, no Oriente Médio e na região da Ásia-Pacífico. Porém, as Américas apresentaram o crescimento mais significativo. “Depois de 65 anos, os EUA assumiram o posto da Alemanha como nosso maior mercado de vendas,” relatou Matthias Altendorf. A China também cresceu a um ritmo de dois dígitos. “Se esta tendência continuar, a China poderá assumir o primeiro lugar em breve,” acrescentou o CEO.

Os lucros aumentam drasticamente

As flutuações da taxa de câmbio não apenas desaceleraram o crescimento das vendas, mas também sufocaram as estruturas de custos, apesar dos notáveis aumentos de custos do lado dos materiais. O lucro operacional (EBIT) aumentou em 31,4%, para 330,6 milhões de euros. Apesar de não ter sido reconhecida uma receita única em 2018, em contraste com o ano anterior, o lucro antes dos impostos (EBT) ainda subiu 14,6%, para 315,7 milhões de euros. O retorno sobre as vendas (ROS) subiu 0,6 pontos para 12,9%.

A receita líquida subiu 11,2%, para 232,5 milhões de euros, o que reflete uma taxa de imposto efetiva de 26,4%, que aumentou em relação ao ano anterior devido a uma mudança na composição do lucro. O índice de patrimônio líquido atingiu 71%, um aumento de 0,8 pontos. O Grupo não possui responsabilidades bancárias consideráveis.

Inovações para a era digital

O crescimento da Endress+Hauser foi alimentado por uma riqueza de inovações. A empresa comprou 54 novos produtos para o mercado no último ano. As despesas com pesquisa e desenvolvimento subiram para 184,2 milhões de euros, representando 7,5% das vendas. A empresa registrou 287 patentes iniciais em 2018. No final do ano, a Endress+Hauser detinha quase,7.800 patentes e outros direitos de propriedade intelectual.

Cerca de um terço das novas patentes estavam relacionadas ao IIoT, comunicações digitais, diagnósticos e componentes eletrônicos. “A digitalização está penetrando em todas as áreas,” enfatizou Matthias Altendorf. Além de 1.000 desenvolvedores ativos nos centros de competência do Grupo, várias start-ups estabelecidas pelo Grupo também estão ocupadas trabalhando em produtos, soluções e serviços para a era digital. A Endress+Hauser também está colaborando estreitamente com parceiros do setor, como o especialista em software SAP.

Um outro impulsionador do crescimento foi a análise de processos. “O negócio de analisador óptico teve um desempenho extremamente bom,” disse Matthias Altendorf. A Endress+Hauser estabeleceu um centro de esporte europeu para analisadores avançados em Lyon, na França. A rede de especialistas em vendas nessa área está crescendo na Europa. O CEO está esperando impulsos adicionais para estimular essa área de negócios.

Centenas de novos empregos

O desenvolvimento positivo foi refletido na criação de numerosos empregos. No final de 2018, a Endress+Hauser contou com uma força de trabalho global de 13.928 funcionários, um aumento de 629 funcionários comparado ao ano anterior. A contratação foi especialmente forte nas áreas de produção e relacionadas à produção, bem como nas unidades de serviço. A empresa criou 200 novos empregos apenas na região da Basileia.

A Endress+Hauser investiu quase 750 milhões de euros em um período de cinco anos, “todos os quais a empresa financiou por meio de seus próprios recursos,” como observou o CFO Luc Schultheiss. Em 2018, 158,6 milhões de euros foram destinados a edifícios, máquinas e TI. Os dois maiores projetos envolvem a expansão das fábricas em Reinach, Suíça e Maulburg, na Alemanha. O Grupo também está realizando um grande projeto nos EUA que reunirá as organizações de vendas, serviços e suporte da região do Golfo em Houston, Texas.

Melhor ranking de sustentabilidade

“Como uma empresa familiar, o desenvolvimento saudável é importante para nós,” enfatizou Matthias Altendorf. Um dos indicadores estratégicos é o benchmark anual EcoVadis, que avalia as empresas com respeito à sustentabilidade. Em 2018, a Endress+Hauser continuou a melhorar, marcando 68 dos 100 pontos possíveis para ficar entre os 5% melhores do grupo de comparação. A Endress+Hauser planeja usar a plataforma EcoVadis para eventualmente avaliar seus próprios fornecedores.

“Acreditamos que é importante para o futuro da Endress+Hauser continuar a ter membros do trabalho de acionistas da empresa", enfatizou Klaus Endress, Presidente do Conselho de Supervisão. “Isso fortalece os laços entre a família e a empresa.” Assim, foi tomada uma decisão para permitir que os membros da família trabalhassem em todos os níveis dentro da empresa. A Carta da Família fornece diretrizes claras; os candidatos que escolherem esse caminho receberão apoio da próximo do Conselho da Família.

Crescimento sólido continuado

A Endress+Hauser teve um bom começo em 2019. Pedidos recebidos e vendas líquidas para o Grupo estão seguindo bem acima dos níveis do ano anterior. A empresa, no entanto, espera que essa tendência se acalme no segundo semestre do ano. “Ainda estamos antecipando um sólido crescimento na faixa média de um dígito,” disse Luc Schultheiss. De acordo com o CFO, a empresa planeja investir 260 milhões de euros este ano, e assumindo que o negócio continue a ter bom desempenho, 500 novos empregos serão criados em todo o mundo.

A crescente digitalização industrial forneceu impulsos adicionais para a Endress+Hauser em 2018. ©Endress+Hauser

A Endress+Hauser cresceu em todas as regiões em 2018. A crescente digitalização industrial forneceu impulsos adicionais no ano passado.

A Endress+Hauser é um dos membros fundadores da Open Industry 4.0 Alliance. ©Endress+Hauser

A Endress+Hauser é um dos membros fundadores da Open Industry 4.0 Alliance, que inclui o ecossistema Netilion IIoT baseado em nuvem.

Uma equipe de pesquisadores e desenvolvedores está trabalhando em sensores e tecnologias do futuro. ©Endress+Hauser

Uma equipe interdisciplinar de pesquisadores e desenvolvedores do Laboratório de Automação de Sensores em Freiburg, Alemanha, está trabalhando em sensores e tecnologias do futuro.

O Grupo contava com cerca de 14.000 funcionários no final de 2018. ©Endress+Hauser

O Grupo contava com cerca de 14.000 funcionários no final de 2018, um aumento de 600 em relação ao ano anterior. A contratação foi especialmente forte nas áreas de produção e serviços.

A Endress+Hauser lançou um programa de aprendizes na Índia. ©Endress+Hauser

A Endress+Hauser lançou um programa de aprendizes na Índia, com planos de expandi-lo para os EUA e a China.

Klaus Endress e Matthias Altendorf 2019 ©Endress+Hauser

Klaus Endress, Presidente do Conselho de Supervisão (esquerda), e Matthias Altendorf, CEO do grupo Endress+Hauser.

Klaus Endress, Presidente do Conselho de Supervisão do Grupo Endress+Hauser. ©Endress+Hauser

Klaus Endress, Presidente do Conselho de Supervisão do Grupo Endress+Hauser.

Matthias Altendorf, CEO do Grupo Endress+Hauser. ©Endress+Hauser

Matthias Altendorf, CEO do Grupo Endress+Hauser.

Luc Schultheiss, Diretor Financeiro do Grupo Endress+Hauser. ©Endress+Hauser

Luc Schultheiss, Diretor Financeiro do Grupo Endress+Hauser.

Dr Andreas Mayr, Diretor de Operações do Grupo Endress+Hauser. ©Endress+Hauser

Dr Andreas Mayr, Diretor de Operações do Grupo Endress+Hauser.

Jörg Stegert, Diretor Corporativo de Recursos Humanos do Grupo Endress+Hauser. ©Endress+Hauser

Jörg Stegert, Diretor Corporativo de Recursos Humanos do Grupo Endress+Hauser.

Contato